Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Descobri da pior forma a solidão de ter depressão.
Pior ainda ser mãe e se sentir com um turbilhão…de emoções, (des)emoções, tristezas e nada, absolutamente, nada.
Já acordou em uma manhã ensolarada quando estão todos felizes e você é nada?

Ser mãe e ter depressão é como se sentisse uma dor tão profunda a ponto de não sentir mais, absolutamente o nada se sentir o nada.
Como se algo obscuro te cortasse as entranhas e todos com olhos de desaprovação te cobrassem: “Eles precisam de você”,
“você tem tudo, mude, “você não tem o direito de ficar mal, porque seus filhos dependem de você”, “você tem a obrigação de ficar bem” e como se já não bastasse, a solidão de ser mãe, de repente ela, a SAGAZ depressão arranca-te tudo que ainda resta, e você se sente encurralada usando todos aqueles métodos para curar-te tudo de uma vez só…

Passa o dia deitada
Não toma banho
Não se ama
Não se cuida

E tenta, tenta tanto que finge estar bem, finge ser feliz, finge,finge tanto que chega a acreditar.
E assim vive fingindo ser o que não é, para que os filhos vejam a mãe maravilhosa que és.

Não se engane, não se iluda, hora o outra o Rivotril e a Sertralina te chamam e você cede, para seguir em frente e ser “feliz”, mas um dia você acorda metaforicamente.

A Solidão de uma mãe com depressão é árdua.

—-

   Por: Suzi Bless

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui