Tempo de leitura: 12 minuto(s)

Primeiramente: não sou especialista em segurança, não trabalho com TI. O que sei é como usuária e como ser humano, logo entendam como o básico do básico sempre.

De forma recorrente, feministas são vítimas de golpes na internet por conta da sororidade. Feministas se expõem e se colocam em perigo porque a causa está acima de si mesmas. E então o ambiente feminista se torna tóxico para elas, e no fim elas se afastam.

Sim, militar é importante. Faz a diferença no mundo. E a militância precisa sempre partir do individual para o coletivo. Começa pelas lutas em casa e então para a rua. Mudando a realidade ao redor, influenciamos nem que seja o futuro para mudanças lentas. E mesmo essa mesma militância envolve riscos dentro de um mundo patriarcal onde famílias são algozes de mulheres e feminicidio é uma causa de morte real para mulheres brasileiras. Mas, infelizmente, a longo prazo, as mudanças no ambiente familiar criam mudanças a longo prazo na sociedade.

Por isso o papel do feminismo materno é tão importante. Mulheres educam. Elas não podem salvar o mundo. A sociedade existe para assombrar suas crianças e a socialização externa conta muito na educação de crianças. Ainda assim, é uma forma de mudar aos poucos algumas coisas.

Quando se trata do mundo online, temos um problema sério de ignorância digital. Principalmente quando se tratam de redes. Expomos nossas vidas sem nos dar conta disso. Com um clique, eu consigo saber se a pessoa é católica, tem filhos, onde mora, quais são suas ideologias políticas, quais são seus filmes favoritos. Muita gente não percebe isso. Numa rede como facebook, muita informação é dada de graça. Informações importantes como quem são nossos pais, pares românticos, quem é nossa prole. Informações como fotos nos expõem.

Esmiuçando o facebook, ele dono de redes sociais como whats app e instagram, fora que agora o messenger (antigamente um aplicativo adjunto ao facebook) agora uma rede social própria. Vale então comentar alguns detalhes próprios de cada rede. E alguns detalhes extras sobre coisas que abrangem a todas essas redes.

Esse mundo maravilhoso, onde tudo brilha e as pessoas acham que vivem falando com bots enquanto questionam a própria realidade!

Número de telefone

Existem redes que vinculam e dependem do número de telefone da pessoa para poderem adicioná-las e a conta existir. São elas o Whats App, Viber, Telegram. A pessoa para poder se comunicar contigo nessas redes precisa possuir seu número de telefone.

Antes de adicionar qualquer um nesse tipo de rede, é importante se perguntar, vale a pena?

Mesmo em grupos, o número da pessoa fica visível para todos os membros que integram um grupo.

Esse grupo é imprescindível na sua vida e essas pessoas também? Não existe outra forma de comunicação com elas? Por mais que seja possível o bloqueio dentro do Whats App e etc.. A pessoa ainda pode repassar teu número e te telefonar. Casos de assédio por telefone existem. Infelizmente.

Esse grupo, essa amizade, não existe outra forma de comunicação com ela? Ela é mesmo de confiança? Sempre tenha esse tipo de questão em mente quando decidir integrar um grupo e adicionar um contato nessas redes. Qualquer outra rede é possível de ser excluída e ali o assédio acabar depois. Em uma rede que pede e depende de números reais de telefone, a coisa se torna mais complicada. Afinal, números de telefone dependem de algo mais que meia dúzia de cliques para serem trocados.

As redes de Marc Zuckerberg (Instagram, Messenger, Facebook) também gostam da idéia de ter seu número de telefone, assim como o Twitter. Em todos os casos é possível pular essa integração. Não coloque seu telefone nessas redes. Isso pode gerar situações inconvenientes.

Facebook

É tudo tão brilhante e lindo! A gente se esquece que tem perigo nessas redes sociais.

É possível fazer contas com pseudônimos, usar mais de um email para fazer contas diferentes. Porém, o facebook quer tentar linkar o número de telefone da pessoa a sua conta. É uma informação que ele anexa a seu banco de dados. A mudança de contas de telefone não são possíveis de mudança como emails.

O facebook é uma rede gratuita mas ele vive da venda dos dados de usuário para anunciantes (todas as redes sociais na verdade, mas o banco de dados do facebook é de bater de frente com o google, que criou o sistema Android apenas para isso) . E todos os dados que ele possui,ele compartilha direto com a NSA (agência de inteligencia americana governamental) . Até que ponto você quer que o governo americano saiba o que você faz?

Facebook é também a rede que geralmente toda a família da pessoa, o trabalho, a faculdade usam. Muitas vezes é interessante usar mais de uma conta.

Não sei se a rede bloqueia o acesso de mais de uma conta a um telefone em caso de cadastro, mas é possível ocorrer vazamento dentro do número do telefone do usuário.

Podem ocorrer sugestões de amizade baseados unicamente no número de telefone celular. Se a sua conta é apenas para pessoas próximas, é interessante não cadastrar essa informação, afinal, pessoas próximas e de confiança terão seu número de telefone. Se ela já é cadastrada, este link do techtudo pode ajudar a remover a mesma.

O facebook também tem uma política de que após denúncias ele pode bloquear a conta e só permitir que a pessoa retorne a utilizar a mesma conta se cadastrar um DOCUMENTO OFICIAL nessa conta. Não faça isso. A primeira vez, se a pessoa colocar um nome comum, ele aceita a pessoa de volta. Senão, é preferível fazer uma conta nova. Afinal, com o histórico de vazamento de informações cujos links foram colocados acima… Vale mesmo a pena cadastrar uma informação governamental a seu respeito em uma rede social?

Não seja a pessoa que usa o facebook dessa forma:

Além de perigoso, é meio ridículo. Dentro dos comentários desse tweet, há o relato de uma senhora que foi assaltada dessa forma, pode não ser real, porém não deixa de ser bem provável.

Fotos: cuide para ver se suas fotos estão abertas ao público em geral, assim como suas postagens. Quando o facebook define algo como público, esse conteúdo pode ser visto por pessoas que não estão logados na rede. Você realmente quer que fotos da sua casa, dos seus filhos, da sua vida estejam à vista de qualquer um na internet?

Amizade restrita: A amizade restrita é uma amizade que só pode ver suas postagens públicas. Como qualquer um na web poderia ver caso não fosse seu amigo no facebook ou não estivesse logado em sua conta. O garotas geeks tem um tutorial sobre isso bem interessante. A ajuda do facebook também tem seu próprio tutorial para adicionar os amigos à classe restrita.

Messenger

Outra rede do seu Marc, ela também é bem invasiva. O serviço de mensagens do facebook quando surgiu terminou por engolir a utilidade do serviço de mensagens da microsoft.

É possível, por mais que ele insista, utiliza-lo sem cadastrar telefone. Só precisa pular o cadastro de número quando ele pedir.

Qualquer um que seja teu amigo no messenger pode ver o stories (ou seu dia) que tu postas. Até aquela pessoa com a qual falastes uma vez só para vender aquela cadeira velha da avó. É necessário configurar para que não seja visível a todos que te adicionaram ao messenger.

Doações e pedidos de ajuda

Existem relatos de estelionato online. A sororidade nos coloca em situações de risco, uma vez que é muitas vezes lido com um principio ético de irmandade sem limites.

Sororidade tem limites sim. E existem muitas pessoas que se aproveitam da boa vontade de mulheres para publicar pedidos de ajuda de forma anônima para conseguirem tanto solução para dor de barriga quanto para qualquer outra coisa. Esses pedidos podem ser histórias fabricadas ou não. Infelizmente, histórias anônimas inventadas são muito comuns. E é um problema mais antigo do que imaginamos. No link anterior há uma dica de fiscalizar quando se doa a uma instituição. É uma atitude correta. Ainda assim, a maior parte das doações feitas para pedidos se dá para uma pessoa, não a uma instituição.

Existem histórias de pessoas que se passam por instituições reais para fraudare enganar outréns.

Independente se o pedido for real ou não:

Nunca comprometa sua renda, a de seus filhos, a de sua casa para doar.

Mesmo que o pedido seja real, é possível em alguns sites como o vakinha , pedir o dinheiro de volta. Em caso de ingratidão (muito específico) , que não atende a quase ninguém, também é possível conseguir o dinheiro de volta. Uma mulher doou para uma Igreja no Rio Grande do Sul grandes quantias, após uma década ela conseguiu o dinheiro de volta.

Na maior parte do tempo, o dinheiro não volta. A doação em roupas também não. Qualquer outra doação feita é melhor esquecida.

Por mais que o pedido de ajuda pareça crível, seja egoísta. .Parece errado usar esse termo. É necessário, todavia. Pense primeiro na sua caderneta onde estão anotados seus gastos e recebimentosNunca comprometa seus filhos, seu sustento, suas contas por alguém, mesmo que você conheça. Mesmo que a pessoa pareça de confiança e diga que irá devolver. Isso vale tanto para parentes, quanto para o mundo online. Doe o que não lhe fará falta alguma, o que não lhe doerá no peito saber que foi doado e utilizado de forma adversa ao que se dizia o necessário na doação. Parece óbvio, mas para muitas não o é. Sei de pessoas que emprestaram cheque em branco e terminaram com um belo embróglio por conta disso e o cheque foi para familiar próximo.

Tudo o que você publica pode ser usado judicialmente contra você

Conversas online, fotos, mensagens de whats app… Tudo pode ser anexado a um processo legal contra a sua pessoa ou a favor dela. Em casos de pensão alimentícia, de alienação parental, o smartphones e redes sociais podem ser armas de destruição em massa.

Cabe ao usuário saber como irá utilizar essa arma.

A maior lição que se pode aplicar online é: sempre confie desconfiando. Se arme de forma que se tudo der errado, não termines com algum comprometimento por conta da vida online.

E acima de tudo: todo conteúdo é passível de julgamento e perseguição online. Pense bem como vais te expressar e o que pretendes dizer. Online ninguém é capaz de ver por um avatar a história de vida de outrem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui