Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Está difícil de acreditar (ainda)
Impossível não se abalar
Que estamos aqui novamente
Neste mesmo lugar.

E ter que “normalizar” o caos
Fugir um pouco do real
Já que pelo menos aqui
no nosso mundo virtual
A roda não pode parar de girar.

Ou será que agora, definitivamente
este vai ser o nosso verdadeiro lugar?

Esta cada dia mais difícil se
posicionar e acompanhar, tamanho é
o paradoxo que vivemos aqui e la.

Tem gente viajando, ou se isolando
porque viajou e acabou de chegar
E tem gente que ha quase um ano
não sente a brisa do mar.

Tem gente que ja se infectou, sofreu e sarou
E tem os que descobriram que o vírus não se manifestou. Assintomáticos, sortudos, sarados, chame como quiser.

Enquanto isto, independente da minha
e da sua postura o fato é: pulmões
continuam parando de funcionar…

Tem gente que ainda não acredita no vírus
Que viveu e vive a vida desde o início, como
se nada tivesse nos acometido.

Muitos ja foram vacinados
Muitos estão infectados e isolados,
esperando o sintoma passar

Uns sonhando com a vacina
Outros não querem se vacinar
E tem muita gente parando de respirar(ainda)


Autora: Eila Andrioli. Mãe de duas meninas, superando limites e escrevendo um pouco de tudo que se passa nesta nossa verdadeira máquina de sentir. Nutricionista de formação. Escritora desde sempre por paixão. Instagram:@coisasdeila

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui