Tempo de leitura: 4 minuto(s)

Com esses tempos de quarentena tivemos que adaptar muitas coisas na nossa rotina. Dentre elas as aulas escolares, que passaram a acontecer de forma remota em plataformas e aplicativos digitais.

As crianças em idade escolar estão estudando através de lives e vídeo aulas, e dependem do auxílio das famílias para a realização destas atividades, mas nem sempre essa nova rotina tem acontecido de forma tranquila para muitas famílias. Pais e mães, além de dar conta do seu trabalho e das atividades domésticas, precisam enfrentar a dificuldade em exercer esta nova tarefa com os filhos.

Então, você está com dificuldades em fazer com que seus filhos estudem? Não sabe como auxiliá-los em suas aulas virtuais? Está precisando de ajuda para conseguir realizar esta nova rotina?

Anote essas dicas:

  1. As crianças precisam entender que este não é um período de férias. Que ninguém escolheu passar por isso, mas que no momento, todos precisam mudar suas rotinas. Então, respeitando a faixa etária do seu filho, converse, explique a situação, diga que ele também precisa cooperar para que tudo dê certo;
  2. Depois da conversa inicial, organize junto com seu filho uma rotina de estudos, reservando um tempo para este, intercalando-o com pequenas pausas. 1 hora de estudos por dia, com pequenas pausas já é o suficiente para que a criança mantenha o ritmo e não perca o contato com a vida escolar;
  3. Foco e atenção! Afaste objetos que podem causar distração durante o momento de estudo, ou procure um lugar com poucos estímulos audiovisuais que possam distrair as crianças;
  4. Em alguns casos, é necessário ajudar a criança a organizar previamente o material que irá precisar para a aula ou atividade em questão. Nada de ficar levantando para buscar algo que esqueceu, isso faz com que a criança perca a atenção.
  5. Monte um cronograma de aulas e entregas de atividade e trabalhos junto com seu filho. Aproveite este momento para ensiná-lo a trabalhar com o calendário e a agenda;
  6. Caso seja necessário, permita que seu filho vista o uniforme da escola. Pode ser que essa prática ajude a criança a entender que naquele momento ela está em horário de aula.
  7. As famílias precisam ser parceiras e facilitadoras, para que a aula remota aconteça. Oferecendo reforço positivo, não devendo intervir de forma negativa. Precisam ser corresponsáveis no processo de aprendizagem das crianças.
  8. Supervisionar as aulas enviadas pelos professores sem causar desconforto aos docentes e seus alunos. Caso observe algo de errado, entre em contato com professor ou com a escola no privado para esclarecimento das dúvidas.
  9. Durante as pausas no estudo, reserve momentos de qualidade em família. Faça algo prazeroso, lúdico e agradável com seu filho. Algo que a criança goste. Brinquem juntos! Será bom para a criança saber que entre uma atividade escolar e outra terá momentos de descontração com seus pais.
  10. Incentive seu filho a valorizar os esforços dos seus professores, pois todos estão se ajustando e procurando fazer o melhor neste momento. Estimule a empatia!

Este momento não está sendo fácil para ninguém, mas é preciso lembrar que muitas crianças em idade escolar ainda não desenvolveram autonomia suficiente para este tipo de ensino, portanto, cabe às famílias trabalhar em parceria com professores e escolas.

Como costumo dizer essa não é a forma ideal, mas é a única possível e viável no momento. Tem sido sim, dias difíceis e bastante cansativos para todos nós, mas de muito aprendizado também. Estamos desenvolvendo aptidões que nem sonhávamos em ter e passando por tudo isto em prol de um bem maior: a preservação da saúde de todos.

E se para isso temos que nos reinventar, então sigamos!

Vai passar e em breve tudo estará no seu lugar.

Se cuidem, cuidem dos seus e fiquem bem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui