Tempo de leitura: 3 minuto(s)

E se a gente lembrasse que maternidade tem tudo a ver com sexualidade? Entrega e amor: é disso que se trata o sexo depois da maternidade na minha singela opinião de mãe de três, mulher e amante. Eu sou aquela que redescobri a minha sexualidade depois que virei mãe, entendi que sexualidade tem a ver com a nossa energia vital, nosso prazer de estar no mundo.

Primeiro filho, a descoberta do prazer de amamentar.

Você já parou para pensar que o parto tem tudo a ver com a nossa sexualidade? Entrega do corpo, da mente, da alma. Corpo que funciona, que dá a vida, energia que pulsa, dor, respiração, contração, luz baixa na sala e o bebê que nasce num suspiro, para nos lembrar do milagre da vida. No dia seguinte, ele vem para o meu colo, mama com força, eu me sinto a mulher mais feliz do mundo! O maior orgasmo da vida! Amamentar é tudo de bom, é prazer do aconchego, é amor que nutre em forma de leite e é dor também. Dói o cansaço, a falta de sono, o desespero de não ser mais dona do seu corpo!!!

Segundo filho, o imponderável e a descoberta do prazer de viver o presente. Aqui e Agora!

Segunda gravidez me sentia linda, plena, enorme, bebê de 41 semanas que não quer nascer, mais entrega, mais amor, o tão sonhado parto em casa com a equipe dos sonhos vira uma cesárea de emergência… Por bebê transverso. Bebê gordo, lindo saudável, dorme bem a noite. Depois do segundo filho as saidinhas a dois viram prioridade, necessidade básica! O prazer volta, começamos a descobrir os motéis da cidade, as delícias de namorar, afinal precisamos de uma relação forte para aguentar o rojão!

Terceiro filho, a surpresa, o inesperado e a delícia de ser mãe outra vez.

Terceira gravidez, quase totalmente inesperada, nosso pequeno resolve já chegar causando, mostrando quem decide, nasce de 32 semanas, super prematuro, com direito a 36 dias de UTI, um aprendizado de calma, coragem e compaixão tudo junto e misturado, entrega total ao que a vida nos oferece. Um turbilhão de emoções deixa o sexo em segundo plano, uma quase separação, depois da crise a redescoberta do amor, do que nos une, nós dois de novo e o Tantra para nos aproximar ainda mais.

Agora sim estou começando a entender de sexo, de entrega, do toque, da intimidade, do olhar, da respiração, da chama da vela, das massagens, dos óleos essenciais… De mim e do outro. Tudo isso é sexo depois da maternidade, começo a redescobrir o meu prazer e o prazer de estar junto nesta.

Tudo é possível! Sexo depois da maternidade é lembrar que cada momento importa, que o milagre de estarmos vivos precisa ser honrado e vivido a cada minuto, é entender que prazer e dor, amor e raiva, tristeza e alegria vão aparecer a cada dia, todo dia, a cada momento, são instantes que passam, o que importa é a disposição para caminhar junto com amor, prazer e entrega e tudo de bom!

Este texto é um relato pessoal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui