Tempo de leitura: 2 minuto(s)

Todo dia um macho diferente nas redes sociais culpando ex por serem ausentes ou pela rejeição dos filhos.

Só digo uma coisa, se você é um irresponsável, negligente, omisso, ausente, violento, agressor de mulheres, prioriza TUDO menos o filho, completamente desinteressado em relação ao filho, não liga, não pergunta, não quer diálogo, acordo ou responsabilidade, só pensa em si mesmo, não participa, não quer abrir mão de nada pelo filho, acha que pode fazer o que quiser e quando quiser com o filho porque contribuiu com material genético ou porque paga pensão, como se a criança e a mãe dela fossem obrigadas a viver em função de você e da sua vontade, ENTÃO:

VOCÊ não é vítima da “ex louca” ou de alienação parental, você apenas está colhendo exatamente o que VOCÊ mesmo plantou e ESCOLHEU. Seja ADULTO e assuma suas escolhas e atitudes.

Amor, confiança, vínculo, relações, paternidade, responsabilidades, exigem tempo, interesse e dedicação. Nada disso cai do céu, por mais que você queira e acredite nisso e a sociedade machista também. Deixa eu te contar, seus genes não garantem o amor do seu filho. E nas condições que citei, a mãe da criança tem toda razão de não confiar em você e estabelecer limites. Quem em sã consciência confiaria um filho à alguém assim?

“Pai é pai” é o cara#$*!! Vai evoluir como ser humano, fazer do seu filho uma prioridade e cumprir seus deveres de pai.

Tenha certeza que toda mulher quer poder dividir a responsabilidade e ficar em paz tendo a certeza que o filho vai ficar com o “pai”, continuar bem e não vai voltar num caixão ou cheio de traumas. Seja o homem e o “pai” maravilhoso que diz ser quando se vitimiza pras pessoas. A criança sabe quem está lá por ela e com quem pode contar. E a mãe dela também.

Autora: Nayara Ferreira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui