Tempo de leitura: 5 minuto(s)

Na primeira parte deste texto, falei um pouco sobre algumas rotinas que crio aqui em casa com minha família! Fique agora com a segunda parte onde pontuo algumas atividades bem legais para fazer!

Antes de começar, tem uma coisa que acho muito importante: para que possamos chegar ao fim deste isolamento social com a saúde mental e emocional em dia, precisamos tentar manter a calma e o bom relacionamento em casa, evitando fadigas desnecessárias neste momento tão delicado para todos. 

Lembrem-se ninguém escolheu viver isso! Estamos todos tentando. Sejamos resilientes, empáticos e pacientes! Cuidemos da saúde mental e do corpo, mantendo os cuidados e a higiene propostos pelos órgãos da saúde.

Sim, tem dias que “tá osso”! Que não conseguimos nos proteger das notícias e dos números que chegam aos nossos ouvidos. Mas precisamos tentar por nossos filhos, por nós, pelo mundo. 

Precisamos ser responsáveis neste momento e seguir as normas e os planos de contingência. Essa é uma ação coletiva de enfrentamento, onde todos individualmente, precisam fazer sua parte.

Agora, anote mais algumas dicas:

  • Brincadeiras– Estas servem também para distrair, por isso, reservamos um tempo para brincadeiras livres – aqui acontece pela manhã (enquanto a criança brinca, os pais têm um tempo para conversar) e outros para brincadeiras em família – aqui acontece à noite (jogos de tabuleiro, brincadeiras antigas, guerra de travesseiro, mímica…e o que mais a criatividade permitir).
  • Sair de casa (quando necessário) – Sabemos que a orientação, é sair de casa somente quando necessário, então estipulamos um dia na semana para resolver as coisas na rua (quando não for possível resolver de casa). Sempre tomando os cuidados necessários: usando máscaras, luvas e álcool gel. E fazendo todo o procedimento de higiene ao retornar para casa. Use a internet como aliada para transações bancárias, estudos, entretenimento, e para compartilhar coisas boas, entre outros.
  • Renovar algo– Pintar uma parede, organizar os armários, limpar os lustres, customizar roupas, fazer pulseiras de miçangas, costurar, quarar os panos de pratos são algumas das coisas que fizemos por aqui. Estamos aproveitando para cuidar da casa, pondo-a em ordem, fazendo coisas que há tempos precisavam ser feitas.
  • Autocuidado– Tire um dia da semana para cuidar de você. Cabelo, unha, pele, um banho demorado, passe um batom. Fique bonita! Isso dá uma melhorada no astral. Pode ser sozinha, ou com a ajuda de quem estiver em isolamento com você. Por aqui a pequena cortou o cabelo do pai (usando a máquina com meu auxílio), os dois curtiram muito; e meu esposo pintou meus cabelos (já que não dá para ir ao salão, né!).
  • Manter contato com amigos e familiares- Por aqui temos feito por meio das vídeo chamadas. Foi o jeito que encontramos de ter apoio e apoiar nossos amigos e familiares. Seguimos matando a saudade pelo whatsapp. Minha filha fez aniversário em Abril. Preparamos uma festinha (para três) com o que tínhamos em casa e combinamos um parabéns virtual com amigos e familiares. Ela adorou!!! Esse distanciamento social, e a impossibilidade de ficar na casa dos avós, como de costume, fez com que minha filha, passasse a escrever cartas para eles. Uma prática pouco usada, mas que no momento (sem ela saber!) também está servindo para que ela aprimore sua escrita.
  • Faça uma boa ação- Diferente de você, tem pessoas que estão passando por muitas dificuldades. Busque ajudar, doando algo, indicando um trabalho de um amigo. Fazendo uma boa ação. Vai ver como se sentirá bem, e proporcionará mais um momento de grande aprendizado para seus filhos.
  • Exercite o corpo – Não precisa ser todos os dias, mas as crianças adoram se movimentar. Faça com seu filho atividades físicas simples, usando o que tem em casa: bola, corda, cabo de vassoura. Isso ajuda a melhorar o humor!
  • Religiosidade – Já é comprovado como a religião ajuda a acalmar. Ter fé em algo ou alguém nos fortalece. Tire um momento para rezar, orar, meditar etc. Independente da religião, segundo a sua fé. Faça isso em família, verá como isso ajudará a manter a sintonia.
  • Higiene do sono – Sabemos que é difícil dormir em uma situação como esta. Então precisamos criar um ritual para melhorar a hora do sono: um banho morno, uma xícara de chá e uma boa leitura são ótimos companheiros na hora de dormir. Leia para seu filho. Peça para seu filho ler para você. Estreite laços! Cuidem de si, cuidem do outro e vamos vivendo um dia de cada vez! 

           Cuidem de si, cuidem do outro e vamos vivendo um dia de cada vez! 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui