Mulheres-mães protagonistas da própria história

Maternidade: identidade perdida

Maternidade: identidade perdida

Compartilhe esse artigo

Quando temos um filho, tudo se volta para ele: nossas energias, pensamentos, ações e cuidados. A maternidade toma conta de nós, e na maioria das vezes se torna o papel central de nossas vidas por longos anos.

Então eu questiono, onde fica a mulher, em seus outros papéis sociais? Eis uma pergunta que ainda não tem uma resposta certa, pelo menos não para mim.

Perdemos um pouco dessa identidade feminina, ou melhor, dizendo: ela se altera.

O que é completamente compreensível, afinal há uma vidinha nova aí (muito importante, diga-se de passagem), que necessita muito da nossa dedicação.

Mas, acho importante pensarmos e respeitarmos essa nova identidade enquanto mulheres que somos.
Gostos, preferências, escolhas e ações que temos e contemplem com cuidado e carinho quem é essa nova mulher, que, apesar de mãe 24h por dia, continua existindo além da maternidade.

Sei bem que muitas vezes não nos resta tempo para pensar, que dirá fazer algo além do maternar. Mas vamos tentar, e pensar com carinho nessa nova mulher que estamos vendo no reflexo do espelho.

Ela ainda está ali, ainda sou eu, ainda é você. Se reconheça além do seu papel de mãe.

Um brinde a nossa saúde mental, a nossa maternidade e principalmente a nós: mulheres.

Por: Diesse Gimenes – @diessegimenes
Revisão: Gisele Sertão – @afagodemaeoficial

Compartilhe esse artigo

Leitura relacionada

Últimos Artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *