Tempo de leitura: 2 minuto(s)

  1. Antes de tudo, se você começou a ler  isso é  sinal que as coisas não andam nada bem por aí, respire o mais profundo que puder e solte todo o ar, isso aliviará momentaneamente.
  2. O fundo do poço é húmido, não tem espaço para sua grandeza aí, não cabe seus sonhos, não cabem seus filhos, você não pode fazer dele sua casa.
  3. Eu sei que deve tá  tudo bem bosta, lembre de todas as coisas que você  conseguiu superar, todas as noites mal dormidas, as cólicas as crias, os banhos de 5 minutos, o desemprego, até  a ansiedade, você tá  aí  ainda, mesmo com uma bagagem  emocional devastadora, você conseguiu chegar até aí, é isso minha amiga e uma grande vitória, só  uma mãe que já esteve ou está nessa situação entenderá.
  4. Não esqueça o quão incrível você é.
  5. Se não tiver quem cuide das crias, empreenda em casa mesmo, faça de algo que você goste muito sua renda(eu sei, não vai ser fácil, mas isso te ajudará).
  6. Não desista de você, se dê  pausas, respire, reorganize seus pensamentos mas não faça do fundo do poço seu lar.
  7. Procure apoio emocional com um profissional, parte de estar aí agora foi gerado por um acúmulo imenso do peso do mundo nas suas costas, você precisa liberar isso.
  8. Quando as crianças dormirem tome um banho bem demorado e chore se precisar, é  pesado estar aí agora e tá  tudo tumultuado né. Mas quero deixar claro que esse poço não  te pertence, nada nele, aliás, tome fôlego e escale todas essas paredes, nós conseguiremos, eu escrevo esse manual para você e para mim.

Autora: Bianca Medina – Instagram: @bibisdebianca 

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Ops, conteúdo protegido!