Tempo de leitura: 2 minuto(s)

Este texto fez parte do editorial 4ª edição “Maternidade e quarentena”, baixe gratuitamente a revista em PDF, aqui.

Estamos todas vivendo muitas pressões nos últimos dias com a recomendação de isolamento social para diminuição da curva de transmissão do novo Coronavírus e a pressão que as mães vêm, veladamente sofrendo, me chama muito atenção.

Essa moeda tem muitas faces, não vou generalizar e colocar todas nós dentro de um pote, cada uma tem sua realidade, seja emocional, financeira e de filhos inclusive, mães que tem só 1 criança, mães que tem 2, 3 ou mais em casa, e o que dizer das mães que estão longe dos filhos? A lista é longa.

Incontáveis publicações em redes sociais sobre “como distrair as crianças em casa em tempos de coronavírus”; “quarentena com crianças: atividades para fazer em casa”; “crianças em casa: o que fazer com os filhos durante a quarentena” “a impossível missão de manter crianças em casa por tantos dias” etc.

Muitas são recomendações de especialistas, são dicas e orientações maravilhosas e bem fundamentas, li muitas delas, mas a minha questão aqui é a quem se destina esse tipo de publicação, quem vai implementar esse ambiente lúdico em casa?

Esta questão me fez refletir muitas coisas e uma delas é que já estamos experimentando dias intensos de trabalho não remunerado e sobrecarga mental e de tarefas, precisamos mesmo disso?

Hoje mais do que nunca o cansaço físico e mental assola muitas mulheres, esse isolamento pode não ser a melhor fase para muitas de nós, por isso não se sinta na obrigação de dar conta de tudo, de ser a melhor mãe, de manter a casa nos trilhos, de acumular funções, muitas crianças estão em homeschool e você não precisa assumir a função de professora também.

Tenha calma, aproveite esse tempo com suas crianças como puder, sem dicas, passo a passo ou receitas, sem stories, aproveite cada dia como se fosse o último, não sabemos o que nos espera, não passe seus dias estressada ou preocupada demasiadamente.

Tudo que eles precisam é do nosso carinho e isso temos de sobra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui