Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Outro dia estava arrumando as roupas do meu bebê que fez dois anos em janeiro e me veio essa frase cujo autor não me recordo agora: “o tempo chega na gaveta, quando as roupas estão apertadas demais para você agora”.

Aquela blusinha de uma banda de rock (ACDC) que você ganhou de sua prima agora vão ficar para eu lembrar que você coube nela um dia.

Já separei e doei tantas das coisas que eram suas e recentemente fiquei muito feliz em tornar o momento de uma mãe-adolescente que acompanhei no meu trabalho, em algo realmente especial!

Junto às doações confeccionei um cartão só para ela! Disse o que eu gostaria de ter ouvido de alguém: ninguém sabe ser mãe, a gente vai aprendendo e errando! Errar é pelo menos achar um jeito de NÃO fazer algo! 

O tempo chega quando você segura a mamadeira, a colher para comer a mesma comida que eu. E os seus dentinhos mastigam a sopa que fiz para você. Foi uma guerra eu ficar tranquila com a introdução alimentar sem ter medo de que você pudesse engasgar. 

Sou mesmo desesperada com o que pode lhe colocar em perigo. Hoje controlo o que você ouve, até tiro da sua mão objetos que considero inapropriados, mas sei que o tempo vai chegar e você também vai fazer suas escolhas.

Então, vou ficar muito feliz se você perguntar minha opinião. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui