Tempo de leitura: 4 minuto(s)

Estamos iniciando o mês de dezembro, talvez o mais esperado do ano pelas crianças ou o segundo mais esperado, perdendo apenas pelo mês de aniversário. E o mês iluminado, o Natal!  Ai, o Natal me contagia, traz uma alegria em meu coração e uma vontade enorme de passear pelos centros, shoppings e ficar admirando toda decoração, todo movimento natalino e claro aquela vontade enorme de comprar presentes.

Junto com a comemoração natalina são tantas outras, né? Temos confraternização com o pessoal do trabalho, amigo oculto, confraternização da empresa do marido ou da esposa,  réveillon e ainda pode surgir muitas outras, como um aniversário, por exemplo, e não podemos esquecer do principal, que é o presente dos nossos filhotinhos.

E ainda temos a decoração  natalina da nossa casa, que desta eu faço questão, libriana que sou, gosto de tudo muito lindo e bem decorado. Mas, para tudo isso acontecer, é preciso de muito planejamento, sabe por quê? Porque tudo isso possui custos, ou seja, exige recursos financeiros,  sem organização você pode começar o ano com o pé esquerdo. Confira algumas dicas:

1º passo: respire!

Respire fundo e veja tudo o que você deseja para o mês de dezembro. Faça uma lista, no papel de preferência, pois o ato de escrever permite que nosso cérebro pense e registre as informações de forma mais organizada.

2º passo: pesquise preços

Com a lista em mãos, veja o quanto vai custar cada item. Neste momento é muito, mas muito importante que você saiba procurar o melhor custo benefício, pois o comércio está ofertando muitos itens e, consequentemente, os preços oscilam bastante de um estabelecimento para o outro, portanto pesquise e não tome decisões por impulso.

3º passo: some, não suma

Na sequência, veja se o total calculado está de acordo com o que você possui em mãos. Em caso afirmativo, parabéns, agora vamos curtir. Mas antes de ir para ação, faça as seguintes perguntas a si mesma:

Será que eu realmente preciso de tudo isso?

Posso economizar em algo para que sobre uma grana? 

Após ter as respostas de forma verdadeira, rumo às compras natalinas.

Algo deu errado? Não se desespere

Se você fez sua lista, checou os valores e não tem todo o dinheiro, não se desespere, muita calma, afinal, é data comemorativa e você não deve se culpar por isso. Nesta situação, é importante que você reveja a lista, olhando se algo pode ser eliminado. Pense se existe alguma coisa de decoração, por exemplo, que você já tenha e reutilize.

Vale ressalta que sempre existe solução, ou seja, sempre temos outra alternativa, temos que focar em achar a solução. 

Agora, outra solução que pode ser analisada mas, precisa de muita cautela são as temidas parcelas. Vamos ao exemplo:

Você quer muito atender o pedido do seu pimpolho e presentear ele com o tão sonhado videogame (todos querem receber presentes nesta data), mas não possui o total à vista, porém, tem apenas o valor da parcela no seu orçamento e isto não vai prejudicar suas finanças, tudo bem dar o presente, desde que pesquise bastante e encontre o melhor valor a prazo, ou seja, aquele que tenha menos juros e parcelado em poucas vezes.

Agora que eu já lhe orientei um pouco em relação às compras natalinas, estarei mensalmente dando dicas de como investir, economizar e guardar dinheiro, mesmo com todas as dificuldades financeiras que a maternidade nos traz. Acompanhe, te vejo no próximo post. 

Envie sugestões de pauta e dúvidas sobre finanças no e-mail: maequeescreve@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui