Tempo de leitura: 4 minuto(s)

De: Mamãe Alessandra Altamira.
Para: Meu bebê.

Eu não escrevi antes pq não não tive tempo, não tive ideia e não tinha noção do quanto você representava pra mim. Não fiz sua carta de despedida de barriga, mas eu escrevo sua carta de: bem-vindo ao Mundo!
Quando a mamãe engravidou, foi uma surpresa e desde a suspeita você já foi super desejado. Eu conversava e já pedia muito para que você estivesse na barriga da mamãe.
Não tinha preparo, experiência. No início, não tive nem psicológico para lidar com a sua vinda. Mas o tempo foi passando, as coisas melhorando e eu só amava você e desejava que tudo corresse bem para que a gente se conhecesse. A mamãe chorou muito até saber que você era um bebê perfeito e foi a pessoa mais feliz do mundo quando viu que você tinha todas as medidas certinhas. Eu amei ver seus 20 dedinhos.
Eu prestava atenção em casa movimento na barriga para saber se era você e eu te senti bem cedo e curti muito suas mexidinhas. Seus chutinhos alimentavam minha alma.
Eu amava ouvir o som do seu coração, era o trenzinho mais veloz e fofinho do mundo.
Não sabia como conversar com você na barriga, mas eu te acariciava o tempo todo!
Desde o início, eu já te amava e me preocupava com a sua vida. Mesmo questionando se eu saberia cuidar de você e se eu não iria enlouquecer com isso.
Os últimos momentos foram lindos e doloridos, mas eu pedia por você todos os dias. Pedia para que você viesse no seu tempo, quando tivesse pronto para vir para a mamãe. Mas as coisas mudaram, e nós, não estávamos mais saudáveis o suficiente para continuar esperando sua vinda de parto normal.  A mamãe ficou triste, mas muito mais feliz porque eu iria te ver logo.
Então, chegou o dia de você vir para os meus braços…
A mamãe já tinha deixado tudo preparado para a sua chegada. E apesar dos pesares, a mamãe estava tranquila como nunca. E como nunca messsssmo!
O papai começou a se apavorar e eu achei bem engraçado. Nunca tinha visto ele assim, (é um pouco bizarro).
A mamãe então se preparou e esperou por você. E você veio! Bem grande, bem gorducho, bem cabeludo como eu imaginei. Você nasceu exatamente como eu queria!
Você conheceu o papai, as vovós e o titio. E depois veio pra mamãe…
Enfim, eu fui mãe! Você me fez mãe! Você me fez a mulher mais feliz do mundo! Ali foi o ápice da minha vida. Uma alegria, uma emoção inexplicável e imensurável. Meu coração transbordou. E eu floresci.
Eu conheci o amor da minha vida. Eu conheci o amor de verdade.
Segurar você nos braços foi o momento mais incrível que eu já vivi.
Eu soube te acariciar, te alimentar, te acalmar, te ninar, eu soube ser sua proteção e você confiou em mim para que eu pudesse ser e fazer tudo isso.
Os dias passam e você me ensina como ser melhor. Você confiou sua vida a mim. Você me escolheu para ser sua mãe e eu agradeço por deixar que eu seja sua fonte de vida.
Eu te alimentei e cuidei de você por 9 meses, e seu amor alimenta a minha vida para sempre!
Esse é só o começo da história linda que vamos viver.
Espero que um dia você leia e sinta todo amor que a mamãe depositou nesse texto. Mas desejo ainda mais que você sinta ele todos os dias das nossas vidas.
Te amo!

Autora:

Alessandra Altamira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui