Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Infelizmente, as pessoas ainda acham que relacionamento abusivo se caracteriza por agressão física, mas não é somente isso, na verdade, antes dos episódios de agressão física darem início, a agressão psicológica já existia.

Tanto homens como mulheres estão sujeitos a este modelo de relacionamento e um dos sinais mais importantes a serem percebidos é o distanciamento de amigos e familiares.

A vítima deixa sua personalidade de lado e passa a aderir a do abusador, frequentando lugares que agrada somente a ele, estando com pessoas que agradam somente a ele, proibição de músicas, roupas e hobbies que não lhe agradam, entre outras situações, a ela passa a ter dependência emocional do outro, deixando de se reconhecer no papel que exerce nesse relacionamento.

Nos sinais apresenta-se controle excessivo com relação ao outro e o medo da perda e/ou abandono, gerando raiva, irritabilidade, tristeza e mudanças constantes de humor. No relacionamento, quando um não tem sua personalidade e crenças estabelecidas, procura no outro aquilo que não encontrou em si mesmo ou que ainda não é concreto, por esse motivo é gerado a dependência emocional e de toda estrutura que o relacionamento carrega.

Portanto o mais importante nesse situação é procurar ajuda profissional para ressignificar a atual vivência do relacionamento e assumir o papel que representa nele. Suas escolhas são importantes para você e para quem você quer se tornar.

Se você identificou alguns desses sinais no seu relacionamento procure ajuda.

“Aquilo que você resiste, persiste” Carl Gustav Jung


Veja também um vídeo sobre relacionamento abusivo. AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui