Tempo de leitura: 9 minuto(s)

Bora lá, acabei de virar mãe e obviamente não tenho pretensão de criar um blog com sugestões, dicas e fórmulas de como criar seu filho!!! Eu estou aprendendo aos trancos e barrancos, como é criar a minha filha, estou conhecendo o seu mundinho dia a dia e aprendo enormemente com ela… Portanto, esse post aqui é simplesmente para trocarmos idéias e fazer a pergunta: Por que ninguém falou isso antes??

A gravidez, de modo geral, não dura nove meses! Sim, isso mesmo, não enlouqueci… São de 40 a 41 semanas, ou seja, 10 meses. Por que ninguém nunca falou isso antes? E ainda por cima, depois que está grávida, ninguém quer saber quantos meses vc está, querem saber quantas semanas, então, por que contar gravidez em meses, se o que interessa é a semana? Depois das 41 semanas de gravidez, eu dei a luz, isso mesmo, 41 semanas… Minha filha nasceu por parto normal com peridural, claro… Mas, eu comecei a ter contrações 3 dias antes, e contrações doloridas. Porque dizem que as falsas contrações não doem muito e as verdadeiras é que te impedem de andar… Bom, desde as primeiras contrações numa escala de 1 a 10 eu sentia 7, no outro dia subiu pra 8 e no terceiro dia eu queria matar alguém de tanta dor, era mais de 10… Durante os dois primeiros dias, fui ao hospital e me enviaram de volta pra casa, porque eu não tinha dilatação e meu colo ainda estava fechado… Tinha que esperar… Mas, o mundo estava impaciente e eu com dores…

No dia que fui e fique no hospital, as dores eram tantas que eu chorava, não sabia se poderia suportar isso por tanto tempo… A maternidade é linda, mas essas dores, meu Deus… Que tristeza!! E a gente com dor ainda sente culpa de detestar aquela dor, porque sempre nos disseram que era uma dor sagrada, bonita e é uma dádiva. Sinceramente, quem sentiu as dores do parto e não teve vontade de matar alguém, meus parabéns! Agora, por que nunca me falaram isso antes? Que dói muito, mas é tão muito que você não consegue mensurar a quantidade, não tem escala de 1 a 10… Mas isso era só o começo! Por que ninguém nunca falou do resto? 


Na hora do parto, eu morando onde moro, não temos escolha da via de saída da criança, é via vaginal, mesmo, você escolhe se quer ou não com peridural… Eu nunca gostei de muita adrenalina, então preferi a peridural. Não cabe aqui discutir as vias de parto, esse pode ser um outro post, mais científico que maternal. Tá, aí começa a dilatação, a cada hora um centímetro dilatado, mas deve ter 10 cm de dilatação para que o parto aconteça. Só, que depois disso ainda esperam mais ou menos uma hora ou uma hora e meia para que o bebê esteja bem posicionado e facilita (ahan…) a saída. Por que nunca me falaram dessa uma hora a mais antes? Tudo bem que eu estava sob efeito de anestesia, mas integrei ao mundo dos ansiosos para o nascimento da minha filha e tremia que nem vara verde.

Começamos a fazer as forças para o bebê sair e não é qualquer força, ainda bem que me falaram isso antes, tem que saber onde fazer a força, e é lá que ninguém nunca desmistificou o que acontece… Por que ninguém nunca falou sobre isso antes? A força que fazemos é na região vagina – perineo- anus… Vai forte nessa área e se prepare, porque nunca me falaram isso e se tivessem me falado eu providenciaria alguma coisa, que até hoje não sei, mas vou me informar para o segundo filho e conto pra vocês. O nosso fiofó vira uma couve-flor, sim, todas as suas hemorróidas, se não tem você terá, saem com a força… E sinceramente, depois do parto a perereca não dói (exceto um pouco a cicatriz da episiotomia), mas o fiofó… Eu não tive coragem de lavar meu bumbum por três dias pelo menos, a sorte é que dá prisão de ventre ou a gente tem tanto medo que o cocô não sai… Agora, me digam por que ninguém nunca te contou isso antes? Eu, bobona, ficava preocupada se com a força ia fazer cocô… Ahhh que cocô que nada, isso é fichinha, se você fizer cocô ainda é melhor que a sensação de ter uma couve flor no ânus por dias… E trata com creme e supositório, até que depois de 20 dias mais ou menos, você consegue se sentar direito… Mas, a prisão de ventre acaba com 3 a 4 dias pos parto… O esquema é arrumar um esquema pra limpar o bumbum… Por que nunca ninguém te contou isso?


Aí, o bebê nasce, lindo, cheiroso, todo molhadinho… Mas é seu, e é cheiroso sim… Não é firula, amei o cheirinho da Gabriela e é o mesmo até hoje… Ooooo… Dou banho nela todos os dias, nem vem!! hehehehe… E aí, ela ficou sobre minha pele no meu peito por duas horas e era o momento mais esperado: a mamada de acolhida ao mundo… Que mamada? Não tinha leite, nem colostro e nem bico do seio… Frustação para ambas as partes! Filha com fome e cansada de ter que sair do ventre e mãe peituda achando que tava arrasando, mas não teve leite de primeira…  Mas, às vezes o leite vem, ahan, 3 dias depois, filha urrando de fome, perdendo peso (isso eu ja sabia que pode acontecer)… Mas, a solução esta encontrada pelo pai, foi um bico de silicone que se adapta ao peito com um pouco de formula dentro pra estimular a filha a continuar sugando… E assim, estimulou a produção de leite! Super papai Bruno… Mas, por que ninguém nunca me falou que essa mamada de acolhida era furada? Ela deve ser importante para criar um laço entre mãe e bebê, mas deviam nos preparar que isso é só psicológico e não fisiológico para saciar a fome do bebê…

Ahhh as primeiras noites com o bebê, aquele serzinho, que você gerou com amor e era louca pra tê-lo nos braços… Só que tem um detalhe: você conhece o seu filho? Nã nã ni nã não… E você nem se conhece como mãe e é aí que o mundo vira de cabeça pra baixo. Mas, caaaaalma, não se desespere… Essa nova forma de ver a vida, ainda que caótica inicialmente, vale a pena demais… Eu amo minha filha e adoro descobri-la a cada dia… Cada dia um aprendizado, um sorriso, uma careta, um sonzinho… Sem desespero, é só porque ninguém nunca te contou que os primeiros cocôs são grudentos e escuros (há tempos não como nutela por isso), ninguém nunca te contou que nas meninas sai um corrimento da vagina, um treco leitoso, estranho… e ninguém nunca te contou que sai leite do peito dos bebês, sim… se você apertar e não dói, sai. Dizem uns que é bom tirar e outros que nunca souberam e não deu em nada depois… Por que, oras bolas, ninguém nunca nos contou isso antes?


Bom, acho que nunca nos contaram essas coisas porque achavam que a maternidade perderia o divino, o glamour ou o belo… Mas, sinceramente, mesmo tendo passado por tudo isso, tendo sentido tudo isso, eu quero ter mais filhos… Não deixei de enxergar a maternidade como divino e belo, mas hoje a enxergo com mais praticidade e menos dúvidas… Por que não há uma formula para parir… não há um padrão de dores de contração e horas de trabalho… não há um filho igual ao outro e você mesmo sendo você, não é a mesma mãe para cada filho.

Autora: Natália Breyner

Sou mãe da Gabi, meu melhor presente que tem o mais lindo sorriso o olhar. Sou Mineira, mas hoje sou do mundo. Moro no Canada e minha filha nasceu na França. Sou pesquisadora, amante de vinhos e cervejas, amante de uma boa risada e de culturas diferentes. Sou esposa, muleca, filha, séria, chata, engraçada, timida e extrovertida.

1 COMENTÁRIO

  1. Com certeza o melhor post em relação de “Por que, ninguém nunca nos contou isso antes?”. Quando engravidei ninguém me contou como seria realmente, ai ganhei meu filho de parto normal e descobrir um outro lada da historia! Rsrs. Amei o post.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui