Tempo de leitura: 4 minuto(s)

Para escolher o melhor presente de dia das mães, primeiramente precisamos que definir com o que queremos presenteá-las, um objeto decorativo, roupa, cosmético, eletrodoméstico, acessórios, serviço…? as possibilidades são infinitas. Pense no que vai ser útil, mas útil no sentido de deixá-la feliz. Pois, às vezes, pensamos em cobrar eletrodomésticos achando que esse seria o melhor presente, mas, para sua mãe, pode ser muito desagradável ganhar uma panela, porque seria um presente para a casa e não pra ela. Não estou julgando a panela, ela pode sim ser muito útil, mas eu quero que você entenda a importância de pensar para escolher, ao invés de simplesmente comprar, esse é o meu intuito.

O presente sempre deve ser algo de muito valor. Valor no sentido de pensarmos com carinho, dar uma atenção especial, e claro, escolher com responsabilidade financeira sempre, pois seu bolso agradece e acredito fortemente que sua mãe também. 

Defina algo que vai gerar valor e emoção para ela. Na sequência, pesquise os preços disso, é claro como somos inteligentes vamos em busca do melhor custo benefício.

Agora vamos analisar a atual situação que nos encontramos: a pandemia. Devido a esse atual cenário temos dois quadros muito importantes, o primeiro deles é em relação às compras online. O comércio eletrônico está com uma expectativa de faturar R$ 3,3 bilhões com o dia das mães, esse valor é 16% maior que o valor faturado em 2019, os dados esperados são da ABCoom. 

Diante disso fica evidente que existe uma expectativa de consumo e com isso pode ser que os preços aumentem. Então, vale a atenção redobrada para pesquisar e comparar bastante os preços. Não caiam nas tentações do marketing, de “este produto está acabando”, ofertas, combos, promoções, que podem estar ali somente devido a um grande jogo de marketing. Faça o julgamento, se a compra realmente vai ser importante, se realmente é preciso neste momento, se pergunte: é a melhor opção? Use e abuse dos sites, aplicativos comparadores de preço.

E vale ressaltar neste momento de pandemia, o ideal seria comprar a vista. Pois não é o momento para se fazer parcelas, afinal não sabemos como vai ser a situação nos próximos meses. Essa regra vale para todas, inclusive quem está com a vida financeira equilibrada, por que não manter esse equilíbrio?

Se visto tudo isso você realmente decidiu efetuar a compra, vale refletir um último quesito, a loja onde você está comprando está ajudando alguém diante esse cenário de pandemia? Porque comprar nas grandes lojas de departamentos não vai contribuir com o empreendedorismo materno. Então veja se este item que você almeja não é vendido por alguma mamãe empreendedora, ou se você não tem certeza do que realmente deseja comprar, que tal olhar o que as mamães estão ofertando?

A segunda questão que devemos observar é se realmente podemos comprar algo neste momento. Se pergunte: Tenho caixa para isso? Comprometer esse dinheiro agora pode afetar o orçamento mais adiante? Analise esses pontos, pois existe um efeito manada da necessidade de comprar algo para o dia das mães muito grande e às vezes você acaba entrando nesse efeito. E sequer precisava disso.

Como disse no início desse texto, o presente precisa ser algo especial e isso não quer dizer que você precise sair fazendo parcelas, ou comprometendo o que não pode. É possível comprar algo legal, ajudar uma mãe empreendedora e fazer sua mãe feliz. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui