Tempo de leitura: 2 minuto(s)

O apartamento ainda a meia luz, me esbarro nos carrinhos, legos e bonecos antes de chegar na sala. A casa dormiu do jeito que deixaram: bagunçada!

Vou ao quarto conferir as respirações (mães tem dessas rs). Tudo certo, vou passar o café. Um carrinho em cima da mesa espera para ser lembrado que foi deixado lá.

Dia de lavar roupas de cama. Todo dia é dia da casa, o duro é colocar isso na cabeça todo dia também. Dia de lista de compras, de mercado, de cuidar de tudo o de sempre. E agora, a casa toda cheira café. Alguns momentos são indescritíveis, né? Cheiro de café, por exemplo.

Faz muito silêncio. Uma mãe adora o silêncio, podem acreditar, o silêncio se tornou um prazer gigante. Mas, não gostamos quando está silêncio demais. E nem quando está vazio demais. Vai entender.

Com todos os intermináveis afazeres de casa e os afazeres com eles, me pego sempre afirmando que não consigo dar conta. Na rotina, sempre alguma coisa passa batido, deixada pro dia seguinte.

Quem tem um dia a dia parecido, sabe que tudo isso não passa de nada mais que a soma de pequenas satisfações, com as pequenas frustrações, e assim, todo dia é preenchido da forma mais louca possível.

Os dias em que quero me surpreender sendo a melhor possível e o dia em que simplesmente volto para dentro e num profundo desejo de que as coisas se acertem sozinhas.

Meu verdadeiro desejo é que para eles, essa minha luta diária tenha um significado grande e que eles possam crescer vendo que o “não dar conta”, na realidade, é o dar conta da minha maneira, da maneira que posso. Pois, o que mais tenho feito ultimamente é ter conseguido.

O orgulho do que me tornei, do que eu sou e represento para eles. É uma prova de que o tempo é o mandante. De que o amadurecimento vem para quem está de fato disposto e atento de que faz um bem danado.

Eles acordaram, vamos para mais um capítulo de um dia inteiro cheio de vida.

Autora

Caroline, mãe solo do Isaac de 3, e do Benício de 2 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui