Mulheres-mães protagonistas da própria história

(Falta de) rotina, cobranças e o que ninguém imagina

(Falta de) rotina, cobranças e o que ninguém imagina

Compartilhe esse artigo

Por Erilene Melo @erilenemelo | @profaerilenemelo

As redes sociais são o terror quando o tema é pressão social/perfeição de vida. Entretanto, não há nada pior quando alguém fala que você tem que fazer isso ou aquilo sem ao menos saber sobre sua ‘rotina’.

Quando se é mãe, a rotina é mantida para o bebê. Ele precisa comer, dormir, brincar, ter tempo de qualidade dos pais ou de seus cuidadores. A mãe fica em segundo plano. Ela, muitas vezes, é obrigada a se deixar em segundo plano, porque não tem tempo de fazer coisas básicas, como comer ou tomar banho, mas mesmo assim é cobrada e ouve falas do tipo “eu sei que é difícil, mas você precisa fazer”. Não! A pessoa que fala, não sabe e nem imagina a falta de rotina daquela que divide a vida entre o filho, o trabalho, seu relacionamento, a casa, etc. E isso é o resumo de tantas outras pequenas coisas que têm, as quais precisam feitas. Não ter rede de apoio deve ser destacado e é o principal fator para que qualquer mãe deixe de fazer o que ela deseja. 

Gostaria muito de ler meus livros, de me exercitar como antes, de cuidar do meu cabelo, corpo e saúde, de estudar, de sair sem preocupação, de ter um momento só meu. No entanto, minhas prioridades e escolhas são outras e trazem consequências que atingem principalmente a mãe.

Com todas as demandas, o único objetivo que tenho, hoje, é sobreviver e me sair dessas cobranças e ‘regras’ que a sociedade cobra, e as pessoas ‘próximas’ sugerem. Quero meu filho bem, meu lar equilibrado, para que, no momento certo, eu possa fazer as coisas que desejo e preciso, sem culpa. 

Revisão: @angelicaafilha.

Compartilhe esse artigo

Leitura relacionada

Últimos Artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *