Tempo de leitura: 2 minuto(s)

Recentemente, o cantor MC Gui em uma viagem à Disney fez um stories filmando uma criança e zombando da sua aparência, esse vídeo viralizou e o tiro saiu pela culatra porque descobriram que a menina está passando por um tratamento contra o câncer e estava super insegura a respeito do seu cabelo, afinal, ela estava usando peruca.

Muitas pessoas se mobilizaram contra o artista, todo mundo com mensagens desaprovando sua atitude, inclusive marcas cancelando shows e patrocínios, tudo para não terem nenhuma relação com o Bullying praticado.

Mas esse texto aqui é para falar sobre nossas crianças, sim nossas! As crianças fazem parte da sociedade, sempre falo isso por aqui. A partir do momento que um ser nasce, ele é social. Com os mesmos direitos civis que qualquer pessoa, inclusive adultos. Não é a toa que temos o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), e algumas tentativas de realização de políticas públicas infantis, mas aí é que tá. Tem tudo isso, mas não funciona.

Quantas vezes pessoas têm de dormir na fila da creche para conseguir uma vaga, mesmo essa sendo de direito?

Quantas vezes o remédio indicado pelo médico não tem no postinho mesmo sendo direito?

Quantas vezes pessoas acham ruim quando uma mãe/pai passa com na frente na fila preferencial, mesmo sendo direito?

Quantas vezes a presença dos pequenos em shoppings, cinemas e restaurantes é barrada?

Quantas mães já não foram convidadas a se retirarem de algum local por causa da criança, mesmo que na constituição esteja claramente falando sobre o direito de ir e vir a todos os cidadãos?

Dois assuntos devem ser lembrados com essa atitude do artista: o Bullying e o “ódio” gratuito às crianças. Muitas pessoas ficaram chateadas e desaprovaram a atitude do mesmo, mas quantos vídeos rodam no Facebook com crianças se machucando?

Ou quando algum irmão mais velho ‘zoa’ o menor? Ou fazendo cara feia quando têm crianças perto em algum lugar? É sobre isso que precisamos falar.

Ou quantas mulheres que se denominam childfree deram relatos de que machucavam de propósito crianças porque não gostam delas?

Ou mulheres que abominam o fato de mães, serem mães, chamando nossos filhos de catarrentos (num tom pejorativo) e a nós, de pariputas?

As pessoas ainda não entenderam que eles, apesar de todos os pesares, são seres humanos. Crianças choram, fazem birra! E sabe, é biológico, é normal, é SAUDÁVEL.

Como já escrevi outras vezes, chega na linha do preconceito o discurso de muitas pessoas. Dizer que não gosta de alguém por alguma característica física, ou até pela cor não é racismo e preconceito? Porque dizer claramente que crianças não deveriam existir e trancafiá-las em espaços para não incomodar, seja diferente?

A maternidade é uma bolha, sabe pq? pq não somos contempladas em nenhum lugar. As pessoas bebem, dão vexame na rua, em…

Posted by Jo Melo on Thursday, March 28, 2019

Mc Gui externalizou o que muitos fazem e não têm a mesma repercussão que o artista, mas isso precisa parar, urgente!

Deixem nossas crianças em paz!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui