Mães e Árvores – Por: Fernanda Misumi

0

Tempo de leitura: 0 minuto(s)

Você está caminhando por horas debaixo do sol escaldante em pleno verão. Sonhando com uma sombrinha pra se refrescar. De repente surgem várias árvores, daquelas bem estrondosas, grandes, altas, vistosas.

Você se senta e bate um vento que cobre teu rosto de alívio. Você repousa, sente o descanso, se aconchega, seu coração vai aos poucos diminuindo o ritmo acelerado, retoma o fôlego, relaxa.

Você curte aquela sombrinha, aquele frescor. Recebe todos os cuidados e o amor que a árvore pode te dar. Sim, porque ela é quem está aguentando, em suas folhas todo o sol escaldante, enquanto você, embaixo dela, aproveita o clima ameno que sua sombra lhe oferece.

Hoje ao passear entre árvores, me ocorreu que para nosso descanso à sombra, aquele ser vivo aguenta firmemente o calorão do sol desde o amanhecer.

Essas são as mães. Ou melhor: o colo das mães.  Tais quais as árvores citadas. Sempre que precisamos de um alívio daquele calorão, buscamos pela sombra da árvore. Quando precisamos de um alívio da vida, buscamos o colo da mãe. Aconchegante, refrescante, faz nosso coração bater lentamente, quase num estado de meditação.

Lá podemos repousar, descansar. Lá recarregamos nossas energias, ganhamos segurança e fôlego pra continuar nossa caminhada.

Autora: Fernanda Misumi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui