Exibindo: 1 - 5 de 5 RESULTADOS
Coluna Maternidade e Estudos Maternidade Negra Novembro Negro Raça e Etnia

SÉRIE | Criando crianças antirracistas: o racismo no ambiente escolar

Acesse para ler o primeiro e o segundo texto dessa série! A escola, primeiro lugar de convivência e desenvolvimento depois da família, é um dos lugares onde a criança mais sofre preconceito, inclusive de cor. O caso da adolescente Fatou Ndiaye, estudante de um colégio da zona sul do Rio de Janeiro, que ganhou grande …

Coluna Maternidade Negra Novembro Negro Raça e Etnia

SÉRIE | Criando crianças antirracistas: o papel do adulto

Em 2019, falamos aqui neste mesmo espaço, sobre como tratar o tema do racismo com as crianças. Mas, infelizmente, atitudes racistas vêm crescendo no mundo, e seus episódios não param de acontecer. Nós, negros, continuamos vítimas de constantes discriminações raciais, que inclusive incluem violência física, com muitos casos culminando em mortes, como nos da Marielle …

Mais lidos de 2020 Maternidade Negra Novembro Negro Raça e Etnia

Como tratar sobre racismo com as crianças ?

Mesmo sendo um país de maioria negra, ainda observamos muitos casos de práticas de discriminação racial, e várias delas acontecem ainda na infância. Esta fase de desenvolvimento tão importante para a aquisição de conhecimentos, precisa ser tratada com cuidado, principalmente no assunto que tange o respeito ao próximo. Mas como podemos tratar de um assunto …

Coluna Filmes e Séries Mãe solo Maternidade Negra Novembro Negro

“Olhos Que Condenam”: a maternidade negra em perspectiva

Sou muito chata para assistir qualquer coisa. Qualquer coisa, MESMO. Por isso, acho que não desfruto tanto da Netflix quanto gostaria. Foi num desses dias em que Gael estava na aula e eu de folga, que o streaming me sugeriu “When They See Us” (Quando eles nos vêem, em tradução livre) ou “Olhos Que Condenam”, na …

Maternidade Negra Novembro Negro

Sou uma mãe que busca aceitação em ser negra

Por: Andreia Lima O cotidiano da mãe negra. Vou começar dizendo que por conta do projeto de embraquecimento da minha família, demorei a me enxergar como negra. A “índia” sempre foi o que me definiu, a “morena”, a “mulata”, ou seja, qualquer outra definição, menos negra. E com esse histórico de criação e com a …

error: Ops, conteúdo protegido!